Abrir conta bancária e investir nos Estados Unidos

Publicado em 26/10/2014 às 14h30

Em pleno dia de eleição para o 2o turno, e quando o doleiro envolvido no assunto Petrobrás acabou de ser internado, a Folha traz a matéria sobre a remessa de dólares para os Estados Unidos, quer seja para abrir negócio, comprar imóveis ou abrir conta em banco. A Lei LC105 (ainda sob aprovação das instituições) e o Fatca se cruzam para exercer este controle.

Flávio Augusto da Silva informa sobre o Fatca:

Promulgado em 2010 com o objetivo de reduzir a evasão fiscal nos Estados Unidos, a implantação efetiva do "Foreign Account Tax Compliance Act" (ou Fatca, como é comumente denominado a lei norte-americana de conformidade tributária para contas estrangeiras) vem sendo amplamente discutida no âmbito do mercado financeiro brasileiro e mundial.

Estimativas da Global Financial Integrity indicam que o Brasil é o 7o país que mais perdeu divisas no mundo - cerca de 2,1% do PIB por ano - de 2010 a 2012. 70% do recursos (avaliados em US$ 33,7 bilhões no período) foram enviados ilegalmente, segundo a Folha.

Aí vem o ponto que estamos querendo destacar. Muitas pessoas preferem se relacionar com corretores dos Estados Unidos do que com Realtors brasileiros. Falam com orgulho: "eu já tenho um corretor lá", não raro ignorando quem está aqui, ao seu lado. Norte-americanos são conhecidos por não se informarem muito sobre outros países. Take care: eles querem promover a venda de imóveis e podem estar colocando os brasileiros em risco. Promulgada definitivamente a LC105, as pessoas que fizeram compras de imóveis ou remessas a outros títulos sem o apoio de pessoas cuidadosas, terão que pagar uma multa homérica se não tiverem tomado todas as cautelas.

Nossos parceiros que lidam com a parte do financiamento de nossos imóveis são pessoas que viveram anos nos Estados Unidos, tem negócios lá e aqui, e fazem todas as operações com as salvaguardas devidas e absolutamente dentro da lei nacional e dos acordos internacionais. A saída dos recursos é legal e sempre registrada no Banco Central, mas não só isso: não são usados doleiros e tudo é feito entre bancos - sendo os órgãos brasileiros devidamente informados.

Para quem fez operações com pessoas não preparadas, os efeitos virão agora: serão cruzadas informações de contas com saldos superiores a US$ 50 mil, além de aplicações financeiras - o cruzamento será feito pelos Estados Unidos (Fatca) e Receita Federal. As informações já foram enviadas e não há mais tempo para mudanças. As multas ocorrerão em setembro de 2015.

Se você ainda não fez a sua compra de imovel nos Estados Unidos, uma verdadeira oportunidade de diversificação de portfólio, contate-nos para lhe oferecer um serviço que não é afetado por estas determinações porque cuidadoso e responsável.

 

Tags: , conta bancária nos Estados Unidos, investir nos Estados unidos, LC105

voltar para Blog

normalcase|tsY c15|show|||image-wrap b01 c15 bsd|news|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|login|fsN fwB|b01 c05 bsd|content-inner||