Portugal faz feira de seus imóveis no Rio.

Publicado por Nadiva em 07/11/2012 às 14h48

Imobiliário português realiza primeira mostra no Brasil em Dezembro

Cerca de mil imóveis vão ficar disponíveis para venda de Norte a Sul do país, com preços desde 200 mil euros.

Atrair investidores brasileiros para Portugal é o objectivo da Mostra de Imobiliário de Portugal (MIP 2012), que se realiza no Rio de Janeiro, Brasil, entre os dias 6 a 9 de Dezembro de 2012. "Portugal tem, neste momento, um conjunto de imóveis de elevada qualidade, com localização privilegiada e a preços bem acessíveis. Acreditamos que as vendas vão atingir pelo menos 50 milhões de euros", avança o presidente da Câmara Portuguesa e do Comércio e Indústria do Rio de Janeiro, Paulo Elísio, ao Diário Económico.
 
Na mostra vão estar disponíveis cerca de mil imóveis dispersos de Norte a Sul do País, incluindo Porto, Aveiro, Lisboa, Tróia e Algarve, entre outros. "Vamos ter apartamentos desde 200 mil euros, mas a maior parte são acima dos 500 mil euros", refere o mesmo responsável.
 
O Brasil é a primeira economia da América Latina e a quinta no ‘ranking' mundial. Tem um mercado interno de 186 milhões de habitantes, com uma classe média que representa 53% da população. Há um número significativo de brasileiros com uma situação económica favorável a fazer investimentos no mercado imobiliário internacional, atraídos, segundo a organização do MIP 2012, pela segurança existente em outros países e pelos preços mais acessíveis com a crise mundial.

"Existem muitos brasileiros novos ricos que não conhecem Portugal e que estão a canalizar os seus investimentos para Miami. É preciso dar a conhecer Portugal a estes brasileiros", defende o presidente da Con-sultan, Arnaldo Grossman. Em Miami, nos Estados Unidos, o metro quadrado custa cinco mil dólares (3800 euros), enquanto em alguns bairros do Rio de Ja­neiro o preço chega a ser quase o dobro.
 
"Nos últimos anos, com a crise, os imóveis ficaram mais baratos na Europa e nos Estados Unidos, enquanto no Brasil houve uma valorização. Em Portugal o valor é muito baixo, como tal existem boas oportu­nidades", sublinha o mesmo responsável.
 
Além do preço, Portugal tem outras vantagens. "A cul­tura e a língua são facilitadores. É um País seguro e não so­freu qualquer efeito de bolha imobiliária, sendo assim uma boa e responsável alternativa de investimento", destaca Ar­naldo Grossman.
 
Esta é primeira edição do MIP, estando prevista a realiza­ção de novas mostras em São Paulo e em Brasília.

Fonte:Portugal Global

Categoria: Imóveis em Portugal

voltar para Blog

normalcase|tsY c15|show|||image-wrap b01 c15 bsd|news|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|login|fsN fwB|b01 c05 bsd|content-inner||